quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Yahushua o nome Eterno. atos 4,12. O nome que veio do céu.

Atenção! Sai dela povo meu! Apocalipse;18,4.
O Altíssimo esta a falar com seu povo que esta na mentira.
Shalom amigos! Não pretendo afrontar vossa fé, mas, esclarecer a verdade, se você sentir ofendido; perdoe-me, não é esta minha intenção! Mas a verdade deve ser dita, e a história prova todo o erro implantado pela indústria da religião. O grande problema da humanidade é o analfabetismo religioso que as pessoas vivem.
O Titulo YHWH é falso tanto quanto Jeová, e nada tem em comum com o nome Eterno: (יהוה) = YAHÚH.
Fonte pesquisa (Bíblia de Jerusalém, Introdução ao Pentateuco Pag.,22
            A seguir veremos a história desde o começo e as adulterações que foram inseridas para dar vida aos ídolos, lendas e fabulas criada pelos homens. Períodos Yaísta e período Eloísta:
Quando deixaram de crer na unicidade para crer em dualidade e trindade, isto é, começaram a chamar o Eterno de Elohim ou Adonay, deixando de usar o nome verdadeiro (יהוה)= Yahúh, para substituí-lo por criação de homens.  Atenção! Se você observa o erro entre as religiões, as injustiças, as mentiras e muitas confusões, e não de conforma com tantas coisas erradas, você poderá conhecer a verdade! A verdade não se resume a querer de homens, a suposições de sábios, a ignorância de poderosos, a tolerância de hipócritas que troca favores com loucos sem nenhum zelo do que é verdadeiro. A verdade, não é verdade simplesmente por se tratar de um consenso (idéia), de centenas de pessoas! Nem por ser uma tese defendida por um eruditos! Mas, a verdade tem que ter fundamento nos escritos Palleo originais, na antiga aliança da: Torach a tanach, e nova aliança: Br'it Chadash. Caro amigo; se você ainda esta chamando o Salvador de: Jesus Cristo, atenção! Porque você ainda não conheceu a verdade! Jesus Cristo, não é nem nunca foi o nome do Salvador da Humanidade! Este é um titulo pagão que originou-se de tradições estrangeiras; entre elas é uma adoração ao deus sol. As adorações arcaicas a Tamuz, Horus, Théus, Zeus etc. Continuam em nossos dias quando é mencionado estes títulos universais tais como: Jeová, Jesus Cristo, Deus, D'us, Senhor, Lord, God e muitos outros. Estes títulos  profanos são blasfêmia diante do Altíssimo quando mencionados! No idioma hebraico não possui a consoante (J) jota, ficando impossível o Criador do Universo e o Salvador da Humanidade, ter nomes iniciados por jota. Os nomes que possuem jota quando você lê em suas bíblias, nos original eram assim: יוסף  Yossf, que foi adulterado p/ (José). ג ' 'אקו Yacov, que foi adulterado para (Jacó). ירושלים  Yahushalaim, que foi adulterado p/ ירושלים (Yerushalaim), chegando hoje a um nome chamado entre as nações de: (Jerusalém), e muitos outros nomes que foram adulterados, falaremos neles a seguir. Amigos! Não pretendo afrontar vossa fé, mas, esclarecer a verdade, se você sentir ofendido; perdoe-me, não é esta minha intenção! Mas a verdade deve ser dita, e a história prova todo o erro. Eu disse que o nome do Altíssimo é   (יהוה)    e não (YHWH). Outro titulo muito usado por muitos religiosos que dizem ser sábios, é: (Ha shem), que nada tem de verdadeiro! Ha shem, significa apenas o nome! Mas qual é o nome? O titulo Ha shem, também é uma maneira de ocultar o nome verdadeiro, como: Adonay, YHWH etc.. Títulos errôneos sem inspiração, títulos que jamais foi usado pelos verdadeiros adoradores do Altíssimo
  • Muitas pessoas escrevem e dizem_ Disse: YHWH  haja luz.
  • Outros dizem_ Disse: o Adonay haja luz.
  • Já outros usam o termo _ disse: o hashen haja luz.
     Estes termos são falsos e não identifica ninguém, não é nomes só título. Em hebraicos existe dezenas de outros nomes composto por quatro letras e não são chamados de tetragrama, mas claro! O projeto é adulterar e profanar o nome verdadeiro do Altíssimo; substituí-lo por outro.
    O maior problema inerente, é que a humanidade vive conduzida por condutores cegos e hipócritas, alguns dizem ser Judeus! Mas são tão falsos como uma nota de três reais. Também não sabe o que significa 'Yahud'! E tem a ignorância de dizer que não falam o nome por 'zelo'; Mas na realidade não falam, por serem indigno de invocá-lo, não sabem, e não procuram apreender. O Altíssimo nunca proibiu o homem de invocar o seu nome! Mas, para o homem não profanar o seu nome, isto é, não tomar em vão, não substituí-lo por outro etc. É o que fazem quando usam os títulos: Adonay, YHWH, Ha shem, D'us, Senhor, Deus etc. Mas o Altíssimo Diz: para invocá-lo, fazer manifesto seu nome entre as nações, tributar o respeito devido.O nome é Yahúshua. Estou dizendo que ao substitui o nome original יהוה   Yahuh,  pela supostas transliteração grega YHWH, é uma profanação do nome (verdadeiro). “YHWH é mais uma mentira grega”. O nome deixou de ser usado entre os Yahudim no passado; porque eles tinhammedo de usar o nome em vão. Resolveram substituí-lo por títulos tais como Adonay, YHWH etc... O grande problema é que ao substituir o nome verdadeiro, por títulos; constitui uma profanação, (um adultério). O conhecer a verdade transcende tradições religiosas, é estar livre verdadeiramente da mentira e embaraço. Saiba que: YHWH, Ha shem, Adonay, Deus, D'us etc... São tradições originarias da baixa mesopotâmia; povos politeístas, sem nenhum zelo com averdade. ATENÇÃO! Foram os gregos que apresentaram este titulo YHWH como sendo a verdadeira transliteração do nome Bendito (יהוה =Yahuh). Foram eles também que apresentaram Iesous, Théos, Kiryos, Jeová, Jesus Cristo etc.Lembre-se, O nome  יהושע=Yahushua é imutável “não se pode mudar” é a continuação  da manifestação do nome do  Pai, no Filho, isto é, o mistério que esteve oculto de todos os séculos que se conhece no Salvador da Humanidade (Colossenses 1, 26,), isto não depende da vontade dos homens, mas é um dom de Yah. O nome do Pai, esta no nome do filho, em “HEBRAICO”, o que nada tem em comum com: YHWH. (YHWH). é um titulo idolatra (Religiosos), que os gregos e romanos idolatras, sugeriram que fosse a transliteração do nome verdadeiro do Altíssimo. Passando então a substituir o nome original (יהוה), pela falsa transliteração (YHWH). Outro erro gravíssimo é a idéia infantil de muitos lideres que dizem sem coerência nenhuma que o nome do filho, Salvador da Humanidade precisa conter o tal Tetragrama sugerido pelos gregos (YHWH). E muitos desses lideres, para satisfazer seus companheiros de ministério que não sabem e nem procura aprender! Entram nesta filosofia humana e satânica de mais uma adulteração, isto é, colocar um (H), no final da transliteração do nome do filho, Salvador da Humanidade. Transliterando do nome Hebraico (יהושע), que é = a: Yahúshua, torna-se uma transliteração forçada e falsa ao acrescentar um (H), no final; ficando assim: YAHUSHUAH, OU YAHOSHUAH, E OUTROS YEHOSHUAH etc... este nome (יהושע), é por si só imutável, não depende do querer dos homens para “ser´”, ainda esta escrito em caracteres hebraico e não no alfabeto universal onde alguns supostos eruditos o apresenta com a necessidade do tal YHWH,  Em primeiro lugar que: O nome do Altíssimo, nem a manifestação no filho, nunca foi chamado de Tetragrama entre os “Yahud”, (verdadeiros adoradores do Altíssimo). “O nome”, sempre foi respeitado e honrado como: o único nome! (יהוה).  Foram os gregos e romanos que inventaram mais esta mentira. Em segundo lugar este (H), é impossível pois a finalização do nome é em (Ain), e não em (Hêi), como você mesmo pode observar (יהושע ).

As diferenças de alguns grupos que tentam explicar sobre o nome (יהושע)
  Caro leitor; você pode analisar os fatos e o Espírito Bendito do Eterno lhe de entendimento.

      Uns dizem que o nome do Pai é Yah, e seu Filho Yahoshuah. Outros dizem que o Pai é Yaohu..e o Filho Yaohushua, e outros dizem que o pai é YAHUÊH e seu filho Yehôshua. Já outros afirmam que o correto é Yeshua.
Analisamos estas respostas e as contradições!
S.B.B. Sociedade Bíblica do Brasil, responde em 23/02/2001.
__Jesus não de deriva de Yehoshua”, mas da forma abreviada Yeshua, é verdadeiro o afirmativo que Jesus é de origem grega e não hebraico, mas ao transliterar para o grego é hebraico, que vem da forma Babilônica  Yeshua, no entanto Yehoshua é uma forma aramaizada pos-babilônica, não é a forma arcaica.  A forma correta e plena da palavra é Yehoshua que durante os primeiros 200 anos da comunidade primitiva era muito usado pelos judeus messiânicos.

ATC. Testemunhas Cristãs de Jeová, responde em 26/12/2001.
 Jesus é apenas a forma latinizada do nome Iesoús (grego), que corresponde a Yeshua, ou Yehoshua Aramaico. Jesus é uma forma comum de se chamar o filho de Deus. Também Yehoshua é um nome de origem Hebraico que foi Aramaizado que passou a ser usado depois do cativeiro de Babilônia, não é a forma arcaica do nome Hebraico.

  Temos alguns exemplos acima que provam a falsidade tanto da forma Yehoshua como a abreviação Yeshua são deturpação Aramaica do nome Hebraico ((יהושע ), e a história é a maior arma para desmascarar as mentiras.
Yaohushua: é um nome impossível, visto que no Hebraico não existe ditongo.
Yahôshua e Yahúshua é de uma mesma semântica, sendo diferenciado pelo Vau, = (O, ou U no Português), porem Yahôshua depende de um hôlem no Vau, que é um sinal massoretico p/ ser (O), porque sem o Hôlem o Vau é = (V), que é (U), em Latim... ou (W), que é = (U), em inglês, isto é = (U), em Português: como você pode observar este nome não tem nenhum, massôrach, ((יהושע ).
י ). Yôd = Y
ה ). Hêi = Ah
ו ). Vau = U                                                                   = YAHÚSH’A
ש ). Shin = SH = X.    Pronúncia: Yahushua, o (Hêi) = A, porem o (H), é o
ע ). Ain = A                                                                                                          gutural leve (rr).

Sendo impossível qualquer transliteração que não respeite a gramática Hebraica, que é sem massôrach; estes sinais são usados entres os estrangeiros que não conhece o “Hebraico Amit”.

Sobre o Título (אלוהים)  Alohim = Aluhaim.
         No Antigo Testamento encontra o termo: (אל) = AL, que é erroneamente traduzido por: EL, Eloí, Eloah; (AL é um termo comum em todas as línguas semitas), Elohim é o plural da forma singular: Aluah Hebraico ou Al-lah, no Aramaico e Árabe. Elohim significa deuses ou ídolos, e era usado; para identificar os ídolos das nações. No período antigo até Moshê e os profetas; o termo usado é Yahista. O termo Yahísta também sofreu adulteração, colocaram o (J), para dar vida aos nomes falsos Jeová, Jesus, Jacó, Jerusalém etc. Se você pesquisar hoje encontra em 1° lugar como: Javista, p/ material de pesquisa, mas ao pesquisar notara que trata-se de um período anterior ao Eloismo. Porem no pós-babilônia  surgiu o período Eloísta, tempos este que, deixaram de honrar o Altíssimo como Criador e começou a usar o termo plural (Elohim), para falar do Altíssimo sem nenhum respeito. O Hebraico e o Árabe são línguas semitas primas sendo muito fácil verificar a semelhança entre as formas Aluah, e Al-lah. Analisando a forma Árabe Al-lah, podendo constatar que não se trata de um ser mitológico e pagão, mas um Título que identifica Altíssimo Criador como o ETERNO, porem o (El), é uma declinação ao deus sol do Egito.  A maioria dos Yahud (JUDEU), optaram pelo termo EL, devido a influencia Helenista e o desvio de conduta para o paganismo. Como já mencionamos e fácil perceber tal semelhança entre os supostos Judeus de hoje com os Cristãos, adorando os mesmos ídolos. Evidentemente existem também os Yahud (Adoradores do Altíssimo), que não tiveram, e não tem aliança com os ídolos pagãos, (Não Adoram os ídolos das nações). Porem os Árabes conservou o termo quase correto Alah que é singular,mas é bom lembrar que Alah é apenas um título, e não nome.
ATENÇÃO!
  Os Massorach foram inseridos pelos Judeus helenizados pelos Gregos, supostamente com o intuito de guardar as tradições originais, o que na realidade é uma mentira! O Altíssimo nunca dependeu do homem para guardar sua palavra verdadeira; pelo contrario! Os homens sempre procuraram falsificar os mandamentos do Altíssimo; para seus próprios prazeres. Ao criarem o Massorach inventaram outros valores p/ os caracteres Hebraicos de uma forma que os gregos viessem a ter acesso aos mandamentos do Altíssimo, mas torcendo-os, para suas idolatrias
Estes sinais vocálicos são inseridos nas palavras dentro dos textos de acordo com o que eles querem representar, qualquer um simples estudante de Hebraico já pode identificá-los.  Quanto os Eruditos? Claro! Eles identificam-os, mas se esconde em suas tradições religiosas.
VEJAM OS VALORES.
 ALÊF             A= ’ =1= (A) Simbólico   . È CHAMADO DE VOGAL CONSOANTE, POIS É IGUAL AO: (A), MAS NO MASSORACH O Alêph (   ), é tido como neutro, mas inserido os sinais massorético, dá o som que o escritor quer. Este é o principio do propósito diabólico para mudar os tempos e o Nome do Altíssimo. Observe você mesmo que o Alêph ( ) , não,é neutro, mas possui som.
EXEMPLO: Escreve:  אב = Traduz: Pai, pronúncia: AV.
Escreve: אוירה = Traduz: Atmosfera, pronúncia: AVIRÁ
Escreve: אני  = Traduz: Eu, pronúncia: Ani.
Escreve:  אתה   = Traduz: Você, pronúncia: Ata.
Escreve: אנחנו  = Traduz: Nós, pronúncia: Anachnú. O núm,  é pronunciado na 1° silaba. = NA
Atenção! Se o Alêph, ( ), não possuísse som; não precisaria ser usado! Mas ele possui som sim.

         Outro caractere que sofreu mudanças com as influencias Massoréticas foi o Hêi ( ), seu valor foi sempre de (A ou ah), mas é erroneamente transliterado por apenas (H). Usa – se, (H), p/ representar o gutural, ou inicio de frase. Exemplos:
Escreve: עגלה    = Traduz: Carreta, Pronúncia: Aglá. “veja o ayn com valor de (A)”.
Escreve: אוירה = Traduz: Atmosfera, pronúncia: AVIRÁ
Escreve:  אתה   = Traduz: Você, pronúncia: Atá.
Escreve: 'ונה   = traduz: Pombo, pronúncia, Yoná.
O Hêi ( ), é = (A ou ah), porem no final de nomes ou algumas palavras é = (Eh ou “rr”gutural leve),  depende de conhecer a etimologia das palavras hebraicas, mas elas não muda de origem sempre possui raízes etimológicas. Exemplos:  הללו-יה , Haleluia, significa: Louvem-yah, esta afirmação e clara, ao dizer que: o louvor deve ser dado a Yah (Altíssimo), e não a deus, ou Deus que são títulos pagão; tanto faz escrito com (D), maiúsculo ou minúsculo o ídolo e o mesmo; o (D, ou d), não diminui a maldição, pois é criação religiosa e nada tem de sagrado ou puro neste titulo: (Deus).
Veja!
  Não precisamos de massôrach p/ lermos o Hebraico, temos exemplos etimológicos para provar a verdade; e isto ninguém pode mudar. Veja! Isaías (ישעיהו ), = Ishayahu, note que o Ayín, (ע), está com valor de (A), isto é, ele não é mudo como muitos ensinam. Observe o Hê, (ה ), também com som de (A), o (H) só representa o gutural nas transliterações p/ os estrangeiros.
הללויה                    A L e L U i A
,Hayah.. היה.
..Irmyah.. ירמיה.
    . יחזקאל. Yrr'ziq’al,... etc... O grande problema é que a maior parte dos escritores para não deixar a leitura feia; inventam uma forma parecida, mas com defeitos de fonética, este nome:  יחזקאל, foneticamente é pronunciado: (Irriziquial), ou  אברההם, Avraham, nota-se o (H) p/ divisão de: distância, = אברהם,. Outro Exemplo é o nome do Altíssimo (יהוה ), que falsificaram ao traduzido por Jeová, isto é, criaram um apelido que é uma blasfêmia. Muitas bíblias trazem a forma Yahweh, ou Yahu’eh, Pronúncia (Yauê), lendo as quatro letras hebraicas (יהוה ),
Temos EXEMPLO : (י) = (Y),  ה,= (A), (ו), = (U), e o (ה), = (E). Lembre-se nome não se traduz, só pode ser transliterado!

,Yahueh ,( יהוה).                         
 Atenção! Como o (H), tradicionalmente neste caso em especifico, não era pronunciado no hebraico Palleo: gutural leve; temos a transliteração do nome como: Yahuh, que desde o principio foi usado pelos Patriarcas. O filho herdou o mais excelente nome, o nome que veio do céu Atos 4,12. Isto é יהושע, Yahúshua, O mistério que esteve oculto dos séculos passados e que aprouve a Yah, revelar aos seus santos Colossenses 1, 26.


12 comentários:

  1. Shalom irmão Ricardo! Parabéns pela mensagem

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. quero saber apenas o nome verdadeiro de Yah e de Yahshuá,pois tenho interesse em saber.
    sou formado em letras bacharel em teologia e mestrado em teologia sou da congregação cristã no brasil, e tenho eterna vontade de aprender a e saber a verdade que é filho d Eterno,

    espero respostassss
    fluviosantos@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. parabéns ,pois este blog está muito bem que o eterno yahuh-ul o criador unico abençoa

    ResponderExcluir
  5. Parabens pelo blog, mas acho que EU SOU, é mais que um nome pois joao falou
    no principio era o verbo
    porem transformaram o verbo em nome,
    a letra mata, o Espirito vivifica

    visite o blog:
    ifprd.blogspot.com
    espero sua visita

    ResponderExcluir
  6. http://comunidadeyisraelita.no.comunidades.net/

    Veja a continuação do raciocino explanado neste blog em:

    http://comunidadeyisraelita.no.comunidades.net/

    ResponderExcluir
  7. Paz,
    excelente texto,muito claro e perfeitamente compreensível.

    Que YAH o abençoe!

    ResponderExcluir
  8. Eu vi um dialogo entre um crente querendo saber o Nome do Altissimo, o nome dele é: Riong;
    O Nome do Eterno é santo, tanto que nem os Judeus sabem e nem querem pronunciar; Riong em Dom Jun 26, 2011 6:51 pm

    Conheci um idoso de um coração de ouro que logo mais tarde descobri que era um Judeu praticante, um Sacerdote ancião de uma Sinagoga aqui em São Paulo, fiz amizade com ele, frequentador de uma Sinagoga e seguidor fiél ao Judaismo.

    Um dia toquei no assunto do nome do Altissimo e ele ficou com cara de Medo, quando perguntei se o nome do Pai era: Jeová, Yehovah, Yahweh, Yahuh, Yaohu ou Javé ele ficou com uma cara que não queria nem mentir e nem dizer a verdade.

    Mais acabou abrindo o jogo e me revelou que esses não são os nomes falados no Judaismo! Fui procurar um professor do hebraico e perguntei porque o sacerdote não respondeu.

    Vejam a resposta do professor:
    Mashmid em Dom Jun 26, 2011 10:37 pm
    Não, na verdade , ele reagiu dessa maneira porque já era a terceira vez que perguntava.
    Mesmo pronúncias como Yaweh, Yahaweh, Yahuvah, Yehovah,etc, não podem ser ditas.

    O problema não foi pelo que você pronunciou (Yahuh) e sim por ter tentado pronunciar o Nome de Deus em um lugar impróprio.

    Os goym (os cristãos/gentios) nunca saberão a pronúncia do tetragrama, ainda que valha a vida de um judeu. Os goym não têm respeito pelo tetragrama sagrado.

    Como podemos ver, alguns acreditam que Yahuh, Yahweh seja a pronúncia sagrada do nome, e com todo o desrespeito, lançam na internet tal pronúncia que consideram santa.

    Como pode alguém considerar algo santo e lançar na internet para qualquer "cachorro" ver?

    Acaso não está escrito "não deis aos cães as coisas santas"? Pois é, nenhum judeu daria algo que considera santo à pessoas que não respeitam a santidade desse algo.

    Por isso que eu digo que É TOTALMENTE CONTRADIZENTE o que essas pessoas fazem, dizendo que consideram tal pronúncia santa e a jogam em um rede pública da internet.

    É tamanha falta de respeito, sem entendimento, sem pudor e sem consideração.
    Os judeus não consideram os goym dignos de saber nada do que para eles é santo, porque não sabem respeitar.

    Diante dessa conversa com o professor Mashimid eu fiquei receioso de escrever o Nome Yahuh no meu blog e no forum; agora diante de tal declaração, o que fizemos foi totalmente anti-ético!

    Porque a leitura do tetragrama é essa mesma: YAHUH com uma massoreta e sem ela é YHUH; o nosso problema é que não podiamos falar ele na net que é um veículo público.

    O que os amados irmãos tem a me dizer sobre o que disse o professor Mashimid? Que o eterno vos abençoe.

    ResponderExcluir
  9. se os judeus entendessem alguma coisa sobre o Eterno Yahweh eles não teriam matado o seu filho enviado...Sh´aul certa feita escreveu...se eles tivessem conhecido, nunca teriam crucificado o Yahshuah da gloria...Alíás, foi essa ignorancia dos yahudim que fez com que eles não percebessem a chegada do mashyah no meio deles...
    a questão deles não pronunciarem o nome do eterno. Não significa santidade, e sim incredulidade, já que A Escritura diz que seu nome...seria conhecido em toda a terra...como seria conhecido o nome se ele não fosse divulgado? Impossivel!!!
    shalom a tods...

    ResponderExcluir
  10. não foram os judeus que mataram mas sim os romanos

    ResponderExcluir
  11. Só tem um problema. O nome YAHUSHUA está faltando um letra o Hê יהוה seria Yahuhshua. David contumava chamar carinhosamente o Yahuh de Yah. Hallelu'Yah uma abreviação. O nome sem dúvida que os talmidim usavam era Yeshua. Por isso apocalipse diz que conhecerão o seu novo nome. Na verdade só exitem especulações, ninguém tem uma prova arqueológica datada do primeiro século. Apocalipse 14:1
    Diz que o Cordeiro estava em pé sobre o monte das Oliveiras que traziam em suas terras (consciência) o seu nome e o nome de seu Pai. Este seleto grupo era apena de cento e quarenta e quatro mil de todas as tribos dos filhos de Ysrael. Esse grupo na verdade é Efraim que foi dispersado entre as nações. E que o Yahuh promeu os trazer de volta. Muitos das nações são Efraimitas mas não sabem. Estão despertando por serem descedentes de Avraham. Pois essa geração é a do tempo do fim.

    ResponderExcluir
  12. O nosso irmão Ricardo falar
    O que fazer com a nossa Bíblia
    Jogar ela fora para de frequentar igrejas porque tem muita coisa errada na igreja
    E vive só dá fé e oração

    ResponderExcluir